Aposentados e pensionistas do INSS terão reajuste e teto da Previdência será de R$ R$ 5.635,30

05/01/2018

O salário mínimo em 2018 será de R$ 954, conforme decreto assinado peloo presidente Michel Temer. O valor divulgado é R$ 11 menor do que o previsto inicialmente no orçamento de 2018, aprovado no Congresso no valor de R$ 965. O salário mínimo atual é de R$ 937. O reajuste  de 1,81%, que será o menor desde a criação do Plano Real, em 1994, segue a previsão do Índice de Preços ao Consumidor (INPC).
 
Além de ser o menor aumento em 23 anos, o reajuste será inferior à inflação acumulada nos últimos 12 meses pela primeira vez desde 2011.
 
O menor reajuste anual do mínimo havia sido concedido em 1999, quando aumentou 4,62%. A inflação acumulada em 12 meses era, porém, menor que o reajuste: 3,14%. Por isso, apesar de pequeno, o reajuste garantiu aumento real de 1,48% aos trabalhadores e pensionistas naquele ano.
 
Novo teto da Previdência
 
Com o novo mínimo, os aposentados e pensionistas do INSS devem ter aumento de 1,81%  nos benefícios este ano. Isso porque reajuste aplicado sobre o mínimo também incide sobre pisos de aposentadorias, auxílios e pensões da Previdência Social, o abono do PIS-Pasep até o seguro-desemprego. O percentual varia muito pouco para quem recebe aposentadorias e pensões acima do piso. Neste caso, o reajuste anual deve ser de 1,88%, a inflação estimada pelo governo.
 
O percentual também deve incidir sobre o teto dos benefícios da Previdência, que deve passar de R$ 5.531,31 para R$ 5.635,30, já a partir deste mês.